quinta-feira, 27 de junho de 2013

IRMAZINHA!!!!!

IRMAZINHA!!!!!


" -Os fatos que vou relatar ocorreram bem antes da parte final da minha história. Minha Irmã tinha na época 18 para 19 anos e já despontava como um tesão de ninfeta, certa vez nosso avô ficou doente e teve que ser hospitalizado , meus pais iam a noite para o hospital , deixandonos sozinhos em casa , uma noite estava em meu quarto olhando televisão , já sem sono , deviam ser umas 12:30h resolvi dar um pulo no quarto da minha irmã para ver se estava dormindo, quando cheguei a porta estava encostada e a luz desligada, então acendi a luz da cozinha para ter uma visão melhor , a cena que vi me encheu de tesão e fiquei de pau duro na hora , minha irmã dormia só de calcinha e de bundinha para cima , vale lembrar que na época ela me despertava o maior tesão e sempre que podia ia vela tomar banho pelo buraco da fechadura , ou trocar de roupa , não me contive e comecei a me masturbar e acabei gozando , olhando para aquela linda. Na noite seguinte resolvi ser mais ousado e entrei completamente nu em seu quarto, encontrandoa na mesma posição , não agüentei e resolvi passar a mão na sua bundinha ,fui com cuidado , como ela não esboçou reação resolvi subir na cama e colocar o meu pau no meio de suas coxas , com todo o cuidado para que não acorda-se , ao sentir o calor de sua bucetinha não agüentei e acabei gozando no meio de suas pernas , saí rápido da quarto, com medo de ser descoberto, não sei se ela realmente não se deu conta ou fingiu que estava dormindo , o fato é que não me comentou nada no dia seguinte. Desde então minha irmã tornou-se uma obsessão para mim , quando completou 18 anos dei a ela um diário de presente , no qual ela escrevia todas as suas coisas ,tomei por hábito ler tudo o que ela escrevia e aos poucos fui descobrindo a grande safadinha que tinha como irmã , na época ela tinha uma namorado de 18 anos que foi o que se encarregou de tirar o cabacinho dela , ela contou tudo no seu diário nos mínimos detalhes sem sequer suspeitar que eu leria tudo depois , fiquei sabendo também através do diário de uma festa que ela foi juntamente com outra amiga dela e com um primo nosso , antes de saírem da festa pegaram duas garrafas de vinho e saíram de carro , no diário ela relatava que foram para um lugar longe da cidade , próximo ao aeroporto , que chegando lá , a amiga dela ficou dentro do carro com o cara e ela foi para o lado de fora com o nosso primo , contou que estava um pouco alta por causa do vinho e que o primo tentou beijala , a principio não queria , mas aos poucos foi cedendo e em pouco tempo nosso primo já passava a mão por sua bunda e apertava os seus peitinhos , ela começou a passar a mão sobre o pau do meu primo que na hora resolveu abrir os botões da calça dela , mas ela se assustou e resolveu parar com tudo, esse relato me encheu de tesão e pensei , se nosso primo quase comeu, eu também vou ter que tirar uma casquinha , resolvi então colocar meu plano em ação, descobri também através do diário que ela tinha experimentado lança perfume no carnaval e que tinha adorado, resolvi então comprar um tubo e dar uma de bom irmão oferecendo a ela para que experimenta-se , era uma noite de sexta-feira , nossos pais já estavam dormindo , esperei um pouco e bati na porta do seu quarto , ela estava deitada e fiz sinal de que viesse até o corredor sem fazer barulho, ela obedeceu e quando chegou ao corredor , mostrei a ela o tubo e um lenço , ela compreendeu na hora e deu uma rizadinha , disse a ela que deveríamos ir para o meu quarto para não fazermos barulho, ela estava usando apenas um babydoll e calcinha , já em meu quarto cheirei primeiro e depois dei para ela , na hora ela começou a rir muito e não parava quieta , resolvi tirar partido da situação e cheirei mais uma vez e dei vazão ao meu tesão , no embalo do lança e na desculpa de tapar a sua boca para que não risse , comecei a passar as mãos pelo seu corpo , continuamos cheirando e ela ficou de pé , quase caiu e eu segurei ela aproveitando para colocar uma de minhas pernas entre suas coxas , ela começou a gostar da situação , mas ficamos só nisso. O tempo foi passando e eu sempre lendo o seu diário e me deliciando com seus relatos, na época que completou 16 , já havia dado para uns seis caras e era uma legitima putinha , sabia do seu potencial de enlouquecer os homens mas seguia fazendo jogo duro comigo, certa época pegamos como brincadeira ficarmos de agarra , agarra e de frescurinhas um com o outro , certa tarde estávamos na piscina tomando sol quando levantei e fiquei de pé ao lado de uma mesa , quando vejo sem mais nem menos ela vem por trás e puxa o meu calção até os pés e sai correndo e dando risadas , dei um tempo e fui atrás , ela estava na cozinha comendo e não percebeu minha chegada , fui devagar atrás dela e fiz o mesmo baixando seu biquíni até os pés e dando uma gargalhada por ter me vingado. As coisas ficaram nesses joguinhos até quando ela completou 18 e eu 21 , era Reveillon e nossos pais tinham viajado como fazem todos os anos , estávamos em uma festa , eu já tinha bebido bastante champaim e creio que ela também , eu tinha brigado com minha namorada e estava a fim de festa, mas como a noite não deu em nada resolvi ir para casa, não sabia no entanto que minha irmã já tinha chegado, resolvi dormir no quarto de meus pais por causa da cama grande , ainda estava bebendo champaim e levei a garrafa para o quarto , qual não foi a minha surpresa quando acendo a luz e vejo a minha irmã deitada na cama , ela acordou e ficamos conversando sobre a festa , ofereci champaim para ela e ela bebeu um pouco , disse a ela que tinha intenções de dormir naquele quarto , ato contínuo desliguei a luz de cima e liguei o abajur e comecei a me despir ficando só de cueca , ela virou de lado e fingiu dormir ,desliguei a luz do abajur e fiquei deitado pensando na situação , acho que a bebida me encorajou e resolvi tirar a cueca , ela dormia de costas para mim e aos poucos fui me aproximando dela , resolvi encostar a ponta do meu pau no meio de suas coxas , coloquei a primeira vez só a pontinha e recuei com medo de que acordasse , mas o desejo me dominava , resolvi investir mais uma vez e qual não foi minha surpresa quando ela forçou as cadeiras para trás fazendo com que meu pau desliza-se para o meio de suas coxas , na hora não podia acreditar no que estava acontecendo , em seguida peguei ela pelas cadeiras e comecei um movimento de vai e vem , logo ela se virou e tirou a camisola e a calcinha , ficando totalmente peladinha na minha frente , comecei a beijala toda. a chupar os seus peitos que por sinal são lindos e fui subindo para cima dela , coloquei a mão na sua bucetinha comecei a masturbala , ela gemia e se contorcia toda, não podia acreditar no quão molhada estava a minha irmãzinha , a sua excitação era tanta que o líquido escorria por suas coxas , não precisei muito esforço para penetrala , meu pau entrou de uma estocada só e ela começou a mexer e a gemer , ela parecia uma égua no cio , tinha um fogo que poucas vezes vi em uma mulher , coloquei ela de quatro e comecei a comela por trás , fodemos toda a noite até que adormecemos , acordei no meio da noite e só então percebi o que tinha ocorrido, tinha fodido com minha irmã , corri para meu quarto e escrevi um bilhete a ela dizendo o seguinte "Mana esquece o que aconteceu , faz de conta que foi um sonho", no dia seguinte não podia encarala , mas mesmo assim resolvi falar com ela , disse para ela, mana tu te deu conta do que fizemos ontem a noite e ela respondeu claro que sim e sorrindo me disse "mano tu é foda comeu até a tua própria irmã". adoraria receber os seus comentários, ou troca de experiências deste tipo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário